Óleo de Borragem: Para que serve? Indicações e como usar esse óleo!

óleo de borragem

O óleo de borragem é a seiva que é extraída de uma planta que se chama Borago officinalis. Esse óleo possui inúmeras propriedades e funciona como um poderoso remédio natural para diferentes disfunções do nosso organismo. Por ser um óleo, ele funciona primeiramente como um hidratante natural para pele e cabelos ressecados, sendo muito presente na composição de sabonetes.

Neste artigo vamos falar mais sobre esse óleo e seus benefícios! Continue lendo e saiba tudo!

Composição do óleo de borragem

borragem

Esta planta se desenvolve em solos ricos em nitrogênio, por essa razão, a borragem é rica em mucilagem e nitrato de potássio. Além disso, é composta por um ácido graxo poli-insaturado (PUFA), e é uma das maiores fontes de ácido gama-linoleico, ou GLA. Esses compostos funcionam contra inflamações, no bom funcionamento corporal e combatendo radicais livres e toxinas. O GLA também possui contribui para a apoptose, ou seja, da mote celular das células tóxicas.

Podemos encontrar o ácido gama-linolênico (GLA) em pequenas quantidades na natureza. Ele está presente em alguns vegetais de folhas verdes e algumas nozes, mas sua concentração é muito pequena. Também pode ser transferido para o bebê através do leite materno.

Outro importante composto do óleo de borragem é o ômega-3 e 6 (ácidos graxos poli-insaturados). Eles funcionam controlando a liberação das moléculas responsáveis pelas respostas do corpo às inflamações, ou seja, o sistema imunológico.

Benefícios

O óleo de borragem melhora o funcionamento das glândulas supra-renais, através da sua ação tonificante das glândulas, combatendo os sintomas de depressão. Aumenta a absorção do GLA pelo organismo, e também pode ser usada em diversas situações cotidianas, como por exemplo: aromaterapia, fitoterapia, suplemento nutricional, cosmética, e na própria culinária.

Esse extrato de borragem também funciona como emoliente, estimula a produção de suor e urina, é antirreumático, antitérmico, antidiarreico, regeneradora, e etc. Confira com mais detalhes outros benefícios desse óleo:

Emagrecimento

Estudos comprovam que o GLA presente no óleo de borragem diminui o acúmulo de gordura corporal. Essa substância atua aumentando o acúmulo de gordura “marrom”, reduzindo automaticamente o acúmulo de gordura branca, que é a que possui menor tendência de se transformar em músculo.

Alivia os sintomas da TPM

Muitas mulheres que começaram a tomar o óleo de borragem disseram ter alívio dos sintomas da tensão pré-menstrual como a sensibilidade mamária, ansiedade, erupções cutâneas, estresse e cólicas.

Eczema e distúrbios da pele

O GLA (o ácido gama-linolênico) também funciona regulando as deficiências em importantes lipídios da pele que funcionam como protetores da pele. Essa baixa de produção é causada por baixos níveis de atividade do delta-6-dessaturase. Produzir pouco desses óleos protetores desregula o sistema imunológico, fazendo com que a pele fica mais suscetível a inflamações ou efeitos colaterais da atuação das defesas da pele, como o que ocorre com o eczema.

Artrite

Além dessas ações, o GLA também combate a artrite reumatoide. Diversas pessoas que já fizeram o uso da óleo de borragem prensado a frio em forma de cápsulas relataram que houve uma diminuição do inchaço e das dores musculares provocadas pela artrite.

Problemas respiratórios

O óleo de borragem melhora a função dos pulmões, e também combate possíveis inflamações e distúrbios no sistema respiratório como a síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA).

Como usar o óleo de borragem?

cápsulas óleo de borragem

O ácido graxo essencial ômega-6, presente no óleo de borragem não é produzido naturalmente no nosso corpo. Por isso, a melhor forma de ingerir esse óleo é através de capsulas, suplementos do óleo prensado a frio. Ele também pode ser ingerido sendo acrescentado diretamente na alimentação.

Se você optar por ingerir os suplementos, existe um cuidado que deve ser tomado. Ao comprar as capsulas, garanta que ela esteja livre de alcaloide pirrolizidínico, que é uma toxina que pode provocar câncer no fígado.

A borragem produz esta substância naturalmente, mas deve ser devidamente tratada e desintoxicada antes do consumo humano. A extração mais segura é a prensa das sementes a frio!

➣ Leia também: Óleo de Copaíba: Para que serve, quais as indicações e como usar esse óleo essencial!

Tem efeitos colaterais?

Os efeitos colaterais mais comuns do óleo de borragem atingem principalmente o estômago. Alguns deles são: prisão de ventre, náuseas, dores de estômago ou diarreia, e algumas complicações na pele como erupções cutâneas.

Mulheres grávidas também devem evitar o óleo de borragem pois ele tem propriedades que induzem ao parto prematuramente.

 

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *