Óleo de palma: O que é? Como ele é extraído? Quais são seus benefícios? Faz mal para saúde? Veja!

Muitas pessoas se perguntam o que é o óleo de palma? Porque de fato ele está em todo lugar, no ramo alimentício, ou nos cosméticos. Afinal, será que esse óleo faz mal para saúde ou proporciona algum benefício?  Essas e outras perguntas vão ser respondidas nesse texto. Continue lendo e saiba tudo sobre o óleo!

O que é o óleo de palma? Como ele é extraído?

O Óleo de palma é um composto muito famoso no Brasil e pode ser conhecido também como Azeite de Dendê.

Esse óleo é um dos principais ingredientes da culinária nordestina, e para além de seu sabor ímpar, também possui diversas funções benéficas para o organismo e para os cuidados estéticos do corpo.

É um óleo versátil e possui um custo muito baixo. Por isso, é muito incorporado na indústria de cosméticos e na indústria alimentícia.

O Azeite de Dendê é um dos compostos, por exemplo, de um produto muito popular: a Nutella.

Esse óleo é extraído da polpa do fruto da palmeira oleaginosa Elaeis guineenses, e é refinado sem a utilização de processos químicos.

Essa planta tem o nome popular de palma ou dendê. Esse fruto vem da árvore do dendezeiro, oriunda da África.

Ela foi trazida para o Brasil por volta do século XVII e se desenvolveu bastante no litoral baiano principalmente, devido a proximidade do clima com a região africana que teme origem.

Esse óleo também é muito incorporado em religiões de matriz africana, para realizar oferendas aos deuses africanos.

Dica: Leia também tudo sobre o óleo de borragem e seus benefícios!

Composições e propriedades

composição e propriedades do óleo

Esse óleo possui ácidos graxos muito nutritivos, como, por exemplo, os ácidos  palmítico, esteárico, linoleico (ômega 6) e oleico (ômega 9).

Também é uma importante fonte das vitaminas A e E. Esses compostos descritos por último são fortes antioxidantes.

Quais são os benefícios e utilizações do óleo de palma?

óleo de palma e seus benefícios

A vitamina A fortalece o sistema imunológico e combatendo as possíveis infecções que podem se alojar no nosso organismo.

Os nutrientes chamados de ômega 6 e ômega 9 atuam na quebra de gorduras. A principal função do ômega 6 é promover o desenvolvimento celular, contribuindo para a regeneração e manutenção do cérebro, dos músculos, da pele e do cabelo.

O ômega 6 é um ácido graxo importante na produção de hormônios que fortalecem e ativam a atuação do sistema imunológico. Reduzem também o acúmulo de líquidos no corpo, pois promovem a acúmulo de gordura “boa”, que tem maior chance de se transformar em músculo.

A vitamina E é um antioxidante poderoso e natural. Ela atua impedindo a oxidação das células da pele, reduzindo o envelhecimento da pele.

Combate também rugas e linhas de expressão. Além disso, também possui propriedade bactericida, que ajuda a regenerar cortes ou ferimentos, e impedindo o surgimento de espinhas que tem origem bacteriana.

O óleo serve como um ótimo aditivo para cabelos ressecados e com frizz, podendo ser misturado com cremes de hidratação, potencializando seus efeitos, ou usado na forma pura.

Em cabelos cacheados, ele ajuda na definição dos cachos, deixando-os brilhosos e macios.

No entanto, esse tipo de óleo é mais indicado para cabelos ruivos, afros ou escuros, pois pode amarelar cabelos claros devido sua forte coloração.

Loiras devem fazer teste em uma pequena mecha antes de usá-lo.


Você conhece o óleo de gergelim e como consumi-lo? Clique aqui e veja o artigo completo sobre o assunto!


Como usar esse óleo?

Para usar esse óleo para finalidade estética é super prático. Veja:

  • Coloque de 5 a 6ml desse óleo para cada 100ml do seu creme capilar
  • Aplique a mistura no cabelo limpos, após utilizar o seu shampoo

Você também pode utilizá-lo, é aplicar em todo o fio, fazendo com que o óleo penetre de fato no couro cabeludo. Massageie, deixe agir por 30 minutos/2 horas e enxágue.

Esse óleo ainda possui outras finalidades, como no preparo de feijão, arroz, legumes, saladas, e outras receitas deliciosas.

Não esqueça, modere o consumo!

óleo de palma

Embora existam evidências de que, nesta versão, o óleo de palma é menos prejudicial para a saúde do que outros óleos animais de

composição semelhante, deve ser usado com moderação e nunca como óleo preferencial para confeção.

Como fazer o descarte desse óleo?

Vale ressaltar também que o descarte indevido de óleos provoca sérios impactos ambientais, principalmente na questão de contaminação da água.

Dessa forma, o descarte de óleos vegetais em ralos e pias é inadequado, pois pode causar diversos riscos ambientais e também entupimento nos encanamentos.

Portanto, em caso de descarte, procure pelo local correto para esses produtos, coloque os resíduos de óleo em um recipiente plástico e leve a um ponto de descarte para que o óleo possa ser reciclado.

Dica: Veja também sobre o óleo de copaíba, suas utilidades e benefícios!

Afinal, faz mal para saúde?

Muitas pessoas acreditam que esse óleo faz mal para saúde, justamente por possuir gordura saturada. No entanto, apesar o receio em utilizá-lo, ele pode trazer sim muitos benefícios para saúde se utilizado com moderação.

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário e não esqueça de compartilhá-lo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Você Também Irá Gostar De:

Você Também Vai Gostar Em Nosso Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *